quinta-feira, 30 de julho de 2015

"O SOL E O VENTO" - "PÁGINAS SOLTAS" - Poema de "ZÉ NINGUÉM"

 
 
 
 
Pintura a óleo sobre tela  (Malay - Novº 2008)
 
 
Quando um velho, com frio, caminhava,
Logo que o viu, o vento desafia
o sol, p'ra qual manta tiraria!
__ Logo um rígido vento lhe soprava...
 
Ou o vento ou o sol lhe retirava,
A manta com que o velho se encobria.
E logo já tombava e já caía,
E à manta com mais força se agarrava!
 
Dum vento furioso se tratava,
Uma coisa a fazer medo e terror!...
__ A seguir, foi a vez do sol que andava,
 
Rutilando p´lo mundo o seu calor!
__ Dali a pouco, o velho retirava
A sua manta, num gesto de amor.

 
 
(Poema de Zé Ninguém)
 
 


 
 
Técnica mista  (Malay - Novº 2008)
 
 
 



Sem comentários:

Enviar um comentário