segunda-feira, 1 de maio de 2017

INFÂNCIA





A vida passa como o vento. Passa tão depressa deixando para trás o passado, que vira lembrança e saudade no momento presente. oh!... Os amigos que lá encontrei, os amores que lá deixei, as brincadeiras de criança que ficam na lembrança de uma infância vivida em alegria florida. Queria poder voltar no tempo e viver tudo de novo mas o tempo que não volta mais. Ainda assim, a vida continua sem deixar para trás a criança que fui, dos momento felizes que guardei de cada instante que sonhei...


(Adaptação de um poema de Geisa Ariany)






(Imagens retiradas de um E-mail que me enviaram)






Sem comentários:

Enviar um comentário