sexta-feira, 25 de março de 2016

PRAIAS E A CAPELA DE SÃO SEBASTIÃO DA ERICEIRA (SINTRA / PORTUGAL)

 
 
 






























A Primavera chegou e com ela a vontade de dar um passeio... Seguimos por terras saloias até uma terra de "surf", História e "frutos do mar" __ a Ericeira. Terra em que o azul e o branco, o mar e o céu predominam. As escarpas aninham línguas de areia, banhadas por um mar azul e bordejado de sucessivas franjas de espuma branca com as suas tão apetecidas ondas para o "surf".
 
A História da Ericeira remonta a cerca de 1000 anos a.c.. Vila muito antiga, foi presumivelmente local de passagem e instalação dos Fenícios. Foi marcada por vários episódios da História de Portugal dos quais o mais dramático terá sido o episódio da fuga de D Manuel II  para o exílio, da Praia dos Pescadores, na Ericeira, que se tornou num marco da História da vila  no século XX. Eram cerca das 15 horas do dia 5 de Outubro  de 1910  quando D. Manuel II, então com vinte anos, acompanhado da mãe, a rainha D. Amélia, e da avó, a Rainha D. Maria Pia, vindos de Mafra, surgiram de automóvel  na vila para embarcarem no Iate D. Amélia, fugidos da revolução republicana que estalara na véspera em Lisboa. Por muito pouco conseguiram escapar aos revolucionários seguindo para Gibraltar de onde foram exilados para o Reino Unido no reinado de Jorge V (avô da Rainha Isabel II)...
 
Hoje, é local de turismo movimentado. Sendo a única reserva mundial de "surf" na Europa e a terceira no mundo, a freguesia é conhecida mundialmente pelas condições ideais para a prática de "surf" e "bodyboard".  Atraindo também muitos visitantes pela sua gastronomia em que os mariscos são especialidade.


(Informações retiradas da NET; Fotografias tiradas em Março de 2016)
 
 
 

1 comentário:

  1. Lindas fotos e que dia maravilhoso! Adoro o mar da Ericeira!

    ResponderEliminar